Menina Moça Cap.1

Rosa era prestimoza, bela, educada e trabalhadeira.Apesar de ser bela era estudioza, gostava de aprender…
Tinha futuro.
Rosa: Hoje tenho prova. Preciso estudar!
D.Cacilda: Só hoje não. Todos os dias antes da prova.
Rosa: Hoje só vou revisar o que não aprendi com facilidade.
D.Cacilda: Ainda bem. Não quero filha burra!
Rosa: Além de ser formoza sou inteligente como diz meu pai.
Mas dá tempo de lavar a louça do café.
D.Cacilda: E eu tenho muita costura. A D. Célia encomendou 4 vestidos e eu ainda tenho que fazer dois.
Rosa: Quando voltar da escola ajudo a senhora.
D.Cacilda: Não é bom costurar à noite. Estraga as vistas.
Amanhã de dia, com o claro, você me ajuda.
Rosa: Pronto já terminei de lavar a louça. Só falta secare guardar.
D.Cacilda: Depois vai estudar, para descansar antes da prova. Cabeça descansada funciona melhor.
Rosa: (Cantando) Um, dois feijão com arroz. Três, quatro macarrão no prato…
D.Cacilda: (Grita da máquina de costura) Rosa, vai estudar!
Rosa: Estou indo, mãe.
D.Célia: Vim provar os vestidos que já ficaram prontos, Cacilda.
D.Cacilda: Vamos ver se a senhora aprova.
D.Célia: Com essas mãos de Fada tenho certeza que sim.
D.Cacilda: Obrigada. A senhora é uma das minhas melhores clientes.
D.Célia: Ainda bem que vou antes de você. Não corro o risco de ficar sem essas mãos abençoadas.
D. Cacilda: Vou buscar um café para a senhora.
D.Célia: O médico me proibiu de tomar café… Ah, mas de vez em quando não vai fazer mal?!
D. Cacilda: Prefere um chá?
D. Célia: Só faltam alguns detalhes.
Onde está, Rosa?
D.Cacilda: No quarto, estudando. Ela é uma menina de ouro, mas mesmo assim não dou moleza.
D. Célia: Na minha mocidade era tratada com rédias curtas… Nem tinha tempo de pensar em fazer coisa errada.
D.Cacilda: Comigo também. Outras épocas.

Autor: Laercio Lucena


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *