Esperança Cap. 5

Muitas emoções neste quinto e último capítulo:

Carmem: Ela deu a luz. Sua filha nasceu.
Marcio: Se não estivesse tão ocupado tinha assistido o parto.
Carmem: Acho que você está apixonado por ela.
Marcio: Apenas quero ser um pai presente, moderno.
Carmem: Vai trocar fralda também?
Marcio: Farei de tudo pela minha família.
Sonia: O que estou fazendo aqui?
Enfermeira: Ela deve estar com depressão pós-parto.
Carmem: No meu tempo era mãe desnaturada.
Marcio: Eu vi a minha filha, ela é linda como a mãe.
Enfermeira: Vou chamar o médico.
Marcio: Tem algum problema?baixo.

Sonia: Você virou sócio de alguma Pizzaria? Pizza denovo.
Carmem: Como ele ia ser empreendedor. – rindo
Marcio: Vou falar: agora que sou pai preciso ter responsabilidade.
Sonia: Quer dizer que não precisamos mais da pensão do Finado??
Um ano depois:
Marcio: Quero aproveitar esse momento família e amigos presentes para
pedir que você se case comigo… – dando-lhe a aliança
Amiga I: Essa é uma Fênix mesmo, renasceu das cinzas. Hoje tem filha, dinheiro e ganha um marido.
Assim é bom se separar.
Amiga II: Ela merece.
Esperança: ( Junta as mãos dos pais ) Mamã e papá…
Marcio: E agora está convencida que devemos nos unir?
Carmem: ( Pensa alto ) Usar filho é golpe
Giovanne: Eu demorei a entender que você é a mulher da minha vida.
Amiga I: E ainda é disputada por dois partidões.
Sonia: ( Sai pela tangente ) Vamos cantar parabéns e partir o bolo da Esperança.
E todos cantam parabéns, Esperança apaga a velinha e comem o bolo:
Sonia: Eu quero oficializar o meu sim ao pedido de casamento… Eu aceito.
Fui surpreendida por um homem diferente. Um homem que sabe amar e ser amado.
À partir de hoje somos uma família completa. Com pai, mãe, filha e avó.
Graças a Esperança. E o casal dá um longo beijo.

FIM

Autor: Laercio Lucena


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *